terça-feira, janeiro 15, 2008

As piores noticias chegam

Ontem chegou uma das piores noticias que eu podia receber nesta fase.
Durante alguns anos vivi num predio onde tinha uma vizinha mais nova que eu, que é educadora de infancia, a quem pedi conselhos sobre colégios, e é a educadora da filha da minha patroa.
Ela casou engravidou e soube entretanto que o marido sofria de leucemia, falamos duas vezes sobre o assunto, sobre a doença dele, sobre a doença do meu e as nossas gestaçoes. Dei-lhe conselho sobre a gravidez e sobre o parto, para ela foi o primeiro.
Fiquei tranquila no Natal quando soube que ele estava melhor, que até assistiu ao parto nesse mesmo dia, que tudo correra bem, mas ontem a pior noticia chegou, faleceu no Domingo, agravou-se em dias o estado dele.
Fiquei mal, por ela, pelo bebe que tem semanas, por toda a familia e por saber que a vida é tão mas tão injusta.
Aproxima-se o dia 23, os nervos são mais que muitos, sei que são cancros diferentes, sei que as taxas de cura são outras mas este pensamento atormenta-me de tal forma que não consigo deixar de pensar.
Vou ás compras, trato de tudo para as minhas filhas, mas doi-me cada segundo que passa, a incerteza do futuro, a dor de perder-te.
Até já

10 comentários:

Eu & Tu disse...

olá Amiga... Doi-me ´só de te sentir assim triste, e doi-me tb muito em pensar na tua amiga, a vida mesmo injusa ofereçenos um presente e tira-nos outro é cruel :S
È como tu mesma dizes as coisas são diferentes e vais ver que o teu marido vai passar essa fase e vai ficar bem, vais ver que vai-se curar.... fico a torcer por voçes...
Agora quero pedir te desculpa por nem sempre ir falar contigo, precisavas de mais atençao mas ultimamente o trabalho amontoou se para estes lados, mas procura me sempr que precises, desavafa, chama por mim, nao incomodas nada,,,,esta à vontade..

Beijinhus

Maria José disse...

Não fiques triste amiga, realmente é uma situação muito triste a da tua vizinha.
bjs

Paula disse...

Tenta não pensar assim. Cada caso é um caso e há cada vez mais casos de sucesso. Vai correr tudo bem.
bjs

disse...

Entendo o teu medo, mais que compreensivel, mas não faças comparações, cada caso é um caso.

Lamento muito pela tua amiga, fiquei triste por ela, com uma criança tão pequena... que Deus a ajude.

Para ti e para o teu marido muita força, torço muito por vós.

um beijinho

Carina M disse...

Como sabes ainda há pouco passei pela dor de perder alguem querido e ver sofrer uns quantos á minha volta. Nestas alturas a raiva sobe, apetece dar um pontapé para tentar inverter a situação. A tua vizinha deve estara a passar um mau bocado, mas como a mha filha foi uma mais valia, espero que ela pelo filho seja capaz de ultrupassar a dor.
Tu, tem calma, pensamentos positivos, pois neste momento precisas.
Bjs

gasparzinha disse...

N te podes deixar abater dessa maneira. Tenho muita pena dessa tua amiga e do bebé, mas não podes pensar o pior, pelo contrário, pensamento positivo!
Beijinhos

sorrisos da minha alma disse...

As tuas hormonas devem andar ao rubro...
Um xi mt grande em ti.

Mary disse...

Doença maldita essa que apesar de todos os avanços continua por vezes a vencer os humanos...
Mesmo que aches que não és capaz, tens de ser forte por todos... neste momento deves ser tu o pilar de sustentação aí de casa.
BJs

Xana, mamã de um lindo menino disse...

Coragem e mta força para voçês ultrapassarem esta fase. Acredito q o teu marido vai vencer esta batalha, ele tem a familia p/ se agarrar à vida, q o apoia e o ama mt Beijinhos

A mamã disse...

sem palavras :-(
Bjinho
paula