sexta-feira, outubro 09, 2009

Queria...

Queria prender-te em meus braços e não te deixar ir, queria sofrer por ti, queria tanto...
Não posso proteger-te mais do que faço, ou então até posso e não sei como.
Não tem sido fáceis os dias por aqui, D.Patuxa continua na greve de fome durante o dia, à noite até come qualquer coisita mas tem que ser pouca pois fica mal disposta.
Ontem fui espreita-la ao recreio, vi-a mais uma vez sozinha. Brincava aos pulinhos como gosta, imita na perfeiçao a "marota". Dei mais uma volta ao quarteirão e ela lá continuava sozinha. Todos os outros brincavam em conjunto. Parei o carro mais à frente e chorei chorei, deitei para fora esta angustia que me atormenta, pedi a Deus que me fortaleça e te fortaleça a ti minha querida filha.
Hoje e apos o recado que me deram levei comida para elas aquecerem, a desilusão foi muita, ninguem sabia o que se passava e eu e ela à nora...não sei se ela percebeu mal (duvido) se aquilo é mesmo assim, uma bosta em termos de comunicaçao.
Continua a recusar o ATL, continua tudo na mesma
Mas filha...temos que melhorar.
Chegou a hora de mais uma vez eu me sacrificar por ti, passamos a ir almoçar ambas a casa, deixarei de ter a minha hora livre, a única durante 24 horas, mas por ti...morria.
Bom fim de semana , até já

Nota:
Filha nº2 (coitados dos segundos filhos) está bem.