quinta-feira, dezembro 09, 2010

Por falar nisso

Ao ouvir uma música linda na rádio lembrei-me...

Gostava de ter um amor, um amor grande, em que a minha pele senti-se esse amor, um amor que me leva-se a cometer erros e loucuras.
Gostava de ter um amor que me agarra-se tantas quantas vezes eu preciso e não preciso, um amor que faça viver e morrer...
Mas não.... não tive e pelos vistos não terei nesta vida, pode ser que tenha noutra.

Amor, amor por aqui são mesmo as minhas meninas, essas sim

5 comentários:

A minha FOFINHA e um FOFO meu... disse...

Bjjjjjjjjjjj grande...

Ti disse...

E são 2 grandes amores... sem dúvida
beijokas fofas

mãe pimpolha disse...

E não há amor maior.
Beijocas

Mary disse...

O amor dos nossos filhos é único e quem não o tem não tem nada... mas o amor de um homem, a sério, também é importante... quem sabe ainda o descobres...
Li agora o post do teu sogro... foi arrepiante, nao me imagino a tolerar uma cena dessas...
Bjs

Anónimo disse...

Nao te esqueças que as tuas filhas daqui a uma duzia de anos irão sair de casa e viver a vida delas. Nessa altura serão apenas os dois. Se o amor não for cultivado desde já poderá ser tarde nessa altura. O momento de lutar pelo casamento e pela felicidade dos dois é AGORA. O amor pelos filhos é lindo e eterno mas não substitui o amor do casamento nem deve competir com ele.Pensa nisto. É altura de agir.